Como saber se o peixe que você está comprando é fresco?

Como saber se o peixe que você está comprando é fresco?

Saiba se o peixe que você compra está fresco ou não com dicas úteis e simples

Saborear um delicioso peixe é um hábito que muitos brasileiros possuem. Opções de receitas com pescados é o que não faltam, não é mesmo? Contudo, você sabe como descobrir se o peixe que está comprando é fresco?

Saber como identificar um peixe fresco é fundamental, uma vez que ingerir peixe em um estado ruim de conservação pode causar complicações, como intoxicações alimentares e contaminações.

Tendo isso em mente, torna-se fundamental saber identificar as principais características que indicam se o peixe está realmente fresco. Confira, então, algumas dicas que vão ajudá-lo na hora de escolher seu pescado.

Atente-se à pele e às escamas

A pele é um dos primeiros pontos a ser observado ao analisar se um peixe está fresco ou não. 

Tenha em mente que o pescado deve ter sua pele brilhante, com vida. Além disso, a pele deve estar firme e úmida. É importante que não haja nenhum tipo de sujeira em sua superfície. 

Como saber se o peixe que você está comprando é fresco?

Lembre-se de observar se não há nenhum tipo de contaminante físico, químico ou biológico no peixe. Essa análise se faz necessária para evitar riscos ao consumir o peixe. 

Atente-se também ao excesso de moscas, já que elas podem indicar algo errado. Observe se não há manchas ou algum corte na pele do peixe.

As escamas também são ótimas para indicar se o peixe está em bom estado. Por isso, faça um teste rápido: puxe uma escama, se ela se soltar significa que o peixe não está ideal para consumo. 

A dica é se lembrar que o peixe não pode ter escamas soltas, e devem estar parcialmente transparentes e com brilho.

Analise os olhos do peixe

Os olhos do peixe são uma forma eficiente de identificar o real estado do pescado. Saiba, então, que os olhos devem ser brilhantes e salientes. 

Passe longe de peixes com olhos opacos ou esbranquiçados. Pontos brancos no olho também podem ser um mau sinal, uma vez que essas características não são encontradas em pescados mais frescos.

Observe os opérculos e brânquias

Não se esqueça de observar minuciosamente os opérculos e brânquias, eles devem estar úmidos e com boa aparência. 

O opérculo deve oferecer resistência quando tentarmos abri-lo. Ao observar as brânquias,  verifique se elas estão úmidas e brilhantes, com um vermelho vivo. Não opte por aquele animal que estiverem com elas rosas ou cinzas.

Com essas dicas, fica fácil saber se o peixe que você está comprando é fresco ou não. Gostou do artigo? Então, acompanhe o blog da Marettimo para ler mais conteúdo como este. Até a próxima! 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *